Diversificação e inovação marcam futuro energético em climatização

Profissionais do segmento de HVAC&R se reunirão no Centro de Eventos BarraShoppingSul em Porto Alegre (RS) até quinta-feira (27/09) debatendo temas da atualidade

A busca por fontes energéticas alternativas e as inovações tecnológicas no segmento foram destaques no primeiro dia de atividades do 11o Congresso Mercofrio, promovido pela ASBRAV – Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação. Durante a solenidade de abertura do encontro, os presentes destacaram os desafios que o setor enfrenta e os avanços necessários para o desenvolvimento. Para o presidente da ASBRAV, Eduardo Hugo Müller, o ano de 2018 tem sido de desafios e superação para todos.

– O segmento enfrenta, de um lado, a economia estagnada nos últimos anos que impôs enormes dificuldades para todos. Ao mesmo tempo, o mercado competitivo e cheio de inovações obriga as empresas a buscarem qualificação e investimento no conhecimento de novas tecnologias e processos que ajudam a aumentar a eficiência. É nesse cenário que se destaca a importância do Congresso Mercofrio – afirmou o presidente da ASBRAV, Eduardo Hugo Müller.

O coordenador geral do Congresso Mercofrio, Paulo Presotto, ressaltou a importância do encontro parabenizando a todos os organizadores. Em nome da Comissão Científica do evento, o professor João Pimenta destacou a excelência dos trabalhos técnicos que foram apresentados. Já o presidente da ABRAVA, Arnaldo Basile, lembrou que o mercado HVAC&R é ávido por soluções modernas e já está inserido em um contexto da indústria 4.0.

– Isso já faz parte de várias estratégias de empresas brasileiras e trata-se de uma tendência irreversível. Porém, para que as coisas aconteçam dependemos da intelectualidade técnica, experiência e conhecimento específico que só os profissionais tem. É dessa maneira que vamos contribuir para evolução do Brasil – afirmou.

O presidente do Sindicato das Empresas Prestadoras de Serviço no Segmento de, Aquecimento, Climatização e Ventilação do Estado do Rio Grande do Sul – Sindratar-RS, Sérgio Helfensteller, relatou os avanços importantes que a entidade tem tido especialmente no debate do PMOC. Já o presidente do comitê de ar condicionado da Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas (ABCM), Ênio Bandarra, lembrou que completam-se vinte anos da primeira edição do Mercofrio sendo uma grande oportunidade para que estudantes aproveitem a cooperação e interação com profissionais do segmento. O presidente da Associação Nacional dos Profissionais de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ANPRAC), Luiz Emilson Leiria, destacou avanços importantes que o setor vem conquistando.

– Conhecimento, treinamento e pesquisa. Com esse tripé levaremos o desenvolvimento para o setor e para economia do nosso país – disse.

Convidado internacional, o presidente da ASHRAE, Darryl Boyce, apresentou números da entidade internacional ressaltando a intensa participação de estudantes brasileiros. Na palestra, o especialista que é vice-diretor adjunto da Carleton University, Darryl Boyce, falou sobre o engajamento atual em programas voltados para o tema de produção de energia

Outro destaque do dia, foi o painel Fontes de Energia no Brasil – Realidade e o Caminho para o Futuro. O tema foi debatido pelos especialistas Paulo Milano, Arno Krenzinger, Francisco Dantas, Edison Tito Guimarães, Márcio Pires de Paiva e Adriane Petry.

A programação iniciou pela manhã com o tema da Internet das Coisas, apresentado por João Pimenta. De forma simultânea, o diretor de ensino e treinamento da ASBRAV, professor Paulo Beyer, falou sobre o Energy Plus, programa de simulação energética em edificações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *